Felipe Carreras não respeita ABIH-PE em matéria. Entenda!!!

respeitoO secretário de turismo de Pernambuco, Felipe Carreras, divulgou à pouco uma matéria através de sua assessoria, falando sobre números de hospedagem na rede hoteleria do estado, referente ao mês de Julho/17. Carreras atropela a Abih-PE nessa divulgação, fazendo pesquisa sem sequer contar com o apoio da associação, pelo menos a matéria não cita essa parceria. Essa atitude é bem a cara de Felipe Carreras, a ele, só interessa aparecer e mostrar que o turismo anda bem. Puro interesse pessoal. Não ouvir  a associação responsável pelo setor, é uma demonstração que ele joga só e passa por cima de tudo e todos se for necessário.

A matéria em nenhum momento, como pode se lida abaixo, cita a Associação Brasileira de Hotéis Seccional Pernambuco (Abih-PE), como informante dos números. Já que a mesma, com certeza, dever ter uma balanço mensal desses números. A matéria informa que tais dados, foram conseguido numa pesquisa, mais não apresenta nenhuma informação a mais.

Com a palavra a ABIH-PE, que pelo que sei, sempre se mostrou parceria da Setur-PE. Esse Carreras, é um cara de pau!!!

As férias de julho turbinaram a ocupação hoteleira de Pernambuco

                                                                  Concentração maior de turistas foi no interior do Estado 

O mês de julho esquentou o segmento da hotelaria em Pernambuco. É que o fluxo de hóspedes no Estado nesse período aumentou consideravelmente. Segundo pesquisa realizada pela Empresa de Turismo de Pernambuco, ao todo foram cerca de 230.890, somente no mês de julho de 2017, enquanto em 2016 o número foi de 221.907. Tudo isso resulta um acréscimo de 4,05%.

Seja para um período de descanso ou para conhecer as belezas das praias pernambucanas ou os encantos do interior do Estado, o que importa é que o mês rendeu bons frutos para o turismo de Pernambuco. A taxa de ocupação hoteleira também foi positiva com um incremento de 1,79%. Em 2016, o percentual foi de 64,69% e agora em 2017 subiu para 65,85%.

“Em janeiro os turistas seguem para o litoral e Região Metropolitana, mas em julho o fluxo maior se concentra no interior. Por conta do clima, os turistas buscam regiões com clima mais ameno, aconchegante e serrano”, explica o Secretário de Turismo do Estado, Felipe Carreras.  Nesse período se observa também um turismo interno, em que o pernambucano faz questão de conhecer ou explorar Pernambuco. “Apesar de termos um bom número de turistas de fora, nesse período, verificamos os pernambucanos indo para dentro de Pernambuco, ou seja, uma concentração maior de turistas pernambucanos”, acrescenta Carreras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


seis × 7 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>